Faça Algo (2013)

by Segundo Inverno

/
  • Streaming + Download

    Includes high-quality download in MP3, FLAC and more. Paying supporters also get unlimited streaming via the free Bandcamp app.

      name your price

     

1.
00:49
2.
02:30
3.
03:47
4.
5.
6.
7.

credits

released April 1, 2013

tags

license

all rights reserved

about

Segundo Inverno São Paulo, Brazil

Criado em 2009 o Segundo Inverno é uma banda de rock paulistana formada por Dennis Monteiro (voz/guitarra/programações eletronicas), Penna Lopes (baixo), Renato Andrade (voz/guitarra). Influenciada pelo Post punk e na No Wave. Experiências através dos ruídos sujos das cordas e elementos eletrônicos. Letras existenciais e críticas sociais sempre com o uso do sarcasmo e do cinismo. ... more

contact / help

Contact Segundo Inverno

Streaming and
Download help

Track Name: Faça Algo
Eu preciso lhe falar
Você vai ter que lembrar
Faça parte dessa porra desse mundo
Recicle, economize, respeite!
Recicle, economize, respeite!
Recicle, economize, respeite!
Track Name: Escárnio
Não tenho mais senso de direção
Eu tento manter meus pés no chão
As ruas estão sempre a me divertir
Mas eu nunca sei pra onde ir
Você me diz pra ser alguém
Eu tento fugir
Ir mais além
Minhas veias só pulsam
Nada mais
Agora não da pra voltar atrás

Eles manipulam oque você vê
Eles manipulam oque você lê
Eles te dizem oque comprar
Eles te ensinam a rezar

Nos querem fardados
Fadados a nada
Nos querem calados
De braços cruzados

Eu não vou cuspir na sua cara
Eu não vou apertar a sua mão
Eu não vou comer a sua carne
Também não vou te chamar de irmão

Qual é o tamanho do seu medo
Oque você ve ali no espelho
Qual é o tamanho do seu medo
Oque você ve ali no espelho

Nos querem fardados
Fadados a nada
Nos querem calados
De braços cruzados
Track Name: Metafísica
Sonhei que eu não era eu mesmo
Sonhei que não tinha hora nem tempo
Sonhei que caia do vigésimo andar
E não morria como alguém já dizia
Sonhei que eu não era eu...
Sonhei que me entregava a todo amor...
Sonhei que eu era uma mistura de Jean Paul, Kerouac e Agenor
Sonhei que vendiam tudo que viam
Sonhei que compravam oque não tem preço
Sonhei com Korine, com Kafka, com Luther King
Sonhei, mas todo sonho chega ao fim
Desconstruir, desvencilhar, despir, desvincular
Desarmar, desprender, libertar, esvaziar, descaracterizar
Eis o homem em sua essência
Track Name: Circo do horror (demo) ao vivo no bar do João Careca
Apatia, indiferença, falsidade
Parte do convívio social
Vivemos no circo do horror
Circo do horror na cidade

Sou indiferente
Parte do escombro humano
Gritos, confusões, esmolas e mortes
Apatia, humanidade


Catástrofes quebram o tédio
Morte e genocídio na tv
Faço parte da platéia
Faço parte deste palco

Circo do horror
Circo do horror

Circo do horror
No centro da cidade
Circo do horror
No centro da cidade
Track Name: Metafísica (demo) ao vivo no bar do João Careca
Sonhei que eu não era eu mesmo
Sonhei que não tinha hora nem tempo
Sonhei que caia do vigésimo andar
E não morria como alguém já dizia
Sonhei que eu não era eu...
Sonhei que me entregava a todo amor...
Sonhei que eu era uma mistura de Jean Paul, Kerouac e Agenor
Sonhei que vendiam tudo que viam
Sonhei que compravam oque não tem preço
Sonhei com Korine, com Kafka, com Luther King
Sonhei, mas todo sonho chega ao fim
Desconstruir, desvencilhar, despir, desvincular
Desarmar, desprender, libertar, esvaziar, descaracterizar
Eis o homem em sua essência (Eis o homem desnudo de essência)